10/10
logotipo-da-anatel-a-agencia-nacional-de-telecomunicacoes-1314882050277_615x300

A partir de 2014 poderemos cancelar planos de telefonia sem passar por atendentes

Atualmente, se você quiser contratar algum serviço de telefonia fixa, móvel, banda larga ou, ainda, TV por assinatura, basta ligar para a operadora de sua preferência e contratar o plano que melhor se adequar às suas necessidades e desejos. A aquisição é muito simples e a empresa promete mundos e fundos, incluindo um serviço de ótima qualidade! Porém, com a contratação do serviço e passado algum tempo, se ele cai de qualidade e você não consegue resolver os problemas, a sua primeira atitude seria cancelar o contrato vigente e migrar para outra operadora. Mas todos nós sabemos como é difícil conseguir o desvinculamento com essas empresas.

Ligamos para a Central de Atendimento ao Cliente da companhia e após lidarmos com uma atendente virtual e navegarmos por diversas opções, aí sim poderemos falar com um atendente humano que, por sua vez, tentará lhe convencer a não cancelar o serviço e, pior ainda, lhe enrolará por um bom tempo até que você perca a paciência e desista da ideia de cancelar o contrato que tem com eles. Pois bem, esse martírio está prestes a acabar!

João Rezende, presidente da Agência Nacional de Telecomunicações, mais conhecida como ANATEL, afirmou que até fevereiro do ano que vem os cancelamentos de planos de telefonia fixa, móvel, banda larga e TV por assinatura serão automáticos, ou seja, não haverá mais necessidade de se falar com um atendente humano. A opção simplesmente estará lá para quem quiser usar. Durante a audiência pública da Comissão de Serviços de Infraestrutura do Senado, Rezende disse: “Vamos trabalhar nessa questão de trazer mais condições e poder ao usuário na relação com a prestadora de serviços”.

Desta forma, até o dia 15 de novembro a agência pretende aprovar um novo regulamento que versará sobre a relação cliente x empresa, dando mais liberdade ao primeiro, é claro. Como já dito acima, este novo regulamento, quando aprovado, entrará em vigor em fevereiro de 2014. Mas aí você pode pensar: É, isso pode até ser uma coisa boa, mas acaba com a barganha que o cliente tem de ligar para a operadora e falar que quer cancelar o serviço, mas na verdade ele só quer mesmo uma redução no valor da mensalidade. Isso é bem verdade, mas pensando justamente nisso, o presidente da ANATEL ainda informou que a empresa terá um prazo de até 48 horas para contatar o cliente e negociar condições para a sua permanência.

Esperamos mesmo que esse plano vá para frente e o consumidor tenha mais liberdade e direitos frente aos interesses das empresas de telecomunicações. E você, o que achou desta notícia.

Esta entrada foi publicada em Curiosidades, Economia, Notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.